Arquivo da categoria: Notícias

CREMERJ PREMIA RESIDENTES E LIGAS ACADÊMICAS

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro irá premiar os residentes e também as ligas acadêmicas que estudam no Estado. Esta é a 15ª premiação de Residência Médica, um reconhecimento já aguardado pelos residentes do Rio de Janeiro. Além do tradicional prêmio para os residentes, o Conselho também irá homenagear as ligas acadêmicas.
O prazo para inscrever os trabalhos e enviá-los vai até o dia 21 de fevereiro. Já a apresentação dos trabalhos selecionados será no dia 28 de março no Auditório do CREMERJ, localizado na Praia do Botafogo.
Não perca esta oportunidade, acesse o site do CREMERJ, confira o regulamento e participe!

APOIO E UNIÃO ENTRE AS ENTIDADES MÉDICAS

“Em seus 52 anos de existência, a Associação Nacional de Médicos Residentes (ANMR) sempre teve bom convívio com as demais entidades médicas, mas no último ano, essa relação tornou-se ainda mais próxima, fortalecida e participativa. Muita união e apoio, em defesa conjunta das principais pautas de interesse da medicina, dos médicos e da saúde brasileira”, comemora o presidente da ANMR, Juracy Barbosa, que encerra seu mandato no comando da associação neste final de semana, durante o 52º Congresso Nacional de Médicos Residentes, em Florianópolis, nos dias 18 e 19 de janeiro.

A união das entidades ficou muito evidente na realização do XIII Encontro da Entidades Médicas (ENEM), desde 2013 o ENEM não acontecia. “Foi um importante evento para agregar estratégias organizadas ao movimento médico nacional. Cada entidade, dentro das suas atribuições, apresentou propostas para os problemas levantados nos mais diferentes cenários, como ensino, mercado de trabalho e atuação profissional. Isso possibilita ações unificadas, livres de particularidades, e também ações preventivas, contra os constantes ataques que a categoria médica vem sofrendo nos últimos anos”, acredita o presidente da ANMR.

No XIII ENEM, a ANMR teve oportunidade de mostrar um panorama geral da Residência Médica no Brasil. As demandas da associação receberam apoio das entidades e foram incluídas no documento final do encontro, o Manifesto dos Médicos em Defesa da Saúde do Brasil, que reúne mais de 30 propostas, e foi entregue às autoridades e aos candidatos das eleições de 2018, inclusive aos presidenciáveis. Os artigos 15, 16, 17 e 18 do manifesto são específicos sobre questões da residência médica.

Outra importante conquista foi na Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), do Ministério da Educação, quando a ANMR, a Associação Médica Brasileira (AMB), e o Conselho Federal de Medicina (CFM), no final do ano passado, conseguiram aprovar e garantir a publicação de novas resoluções e das Matrizes de Competência de Residência Médica, algumas aprovadas há mais de um ano.

Em conjunto com as demais entidades, a ANMR também trabalhou na defesa do Exame Nacional de Proficiência Médica e da Carreira de Médico de Estado, participando de audiências públicas no Congresso Nacional. Também participamos de reuniões em Brasília, nos Ministérios da Saúde, Trabalho, Casa Civil para entregar o Manifesto dos Médicos em Defesa da Saúde do Brasil.

“Foi um ano muito positivo e conseguimos avançar em muitas frentes. Agradecemos a todos pela participação e em especial as demais entidades que nos apoiaram”, conclui o presidente da ANMR.

CONTAGEM REGRESSIVA PARA O 52º CONGRESSO DA ANMR

Faltam só três dias para o 52º Congresso Nacional de Médicos Residentes que vai acontecer na sede da Associação Catarinense de Medicina, na belíssima cidade de Florianópolis, capital do estado catarinense, neste fim de semana. A abertura do Congresso será nesta sexta-feira (18/01), às 18h, com as boas-vindas do presidente da ANMR, Juracy Barbosa, que estará encerrando seu mandato à frente do comando da Associação Nacional dos Médicos Residentes.

“Durante o 52º Congresso vamos debater os temas que são mais sensíveis para os médicos residentes de todo o Brasil. É preciso repensar urgentemente a Residência Médica em nosso país. Desde a quantidade de vagas insuficientes, a qualidade dos cursos ofertados pelas instituições, a falta de estrutura adequada para uma boa prática das atividades, a falta de preceptores qualificados e remunerados para tal fim. Temos que falar também de mais rigor nos processos de fiscalização e de como fazer para melhorar as condições da formação de nossos médicos. Também vamos debater sobre como fazer para melhorar as condições de trabalho, o que envolve condições adequadas de funcionamento dos serviços, remuneração justa de residentes e preceptores e respeito extremo às regras vigentes. Não podemos mais aceitar a abertura de serviços que busquem única e exclusivamente uma mão de obra barata“, antecipou Juracy Barbosa, presidente da ANMR.

O evento, que vai durar dois dias (18 e 19/01), abordará outros temas de interesse da Residência Médica, como mercado de trabalho, gestão de carreira e empreendedorismo. Na oportunidade ocorrerá também a posse da nova diretoria para o exercício 2019, bem como a primeira edição do prêmio Adnan Neser, com a presença do homenageado.

Veja a programação em: http://anmr.org.br/wp-content/uploads/2019/01/Programa-do-Congresso.jpg

2018, UM ANO EM DEFESA DA RESIDÊNCIA MÉDICA

Durante o 52º Congresso Nacional de Médicos Residentes, que vai acontecer em Florianópolis – SC, nos dias 18 e 19 de janeiro, na sede da Associação Médica de Santa Catarina, tomará posse a nova diretoria da ANMR para exercício 2019.

A atual diretoria, que trabalhou em 2018, encerra seu mandato com várias realizações e conquistas em defesa da Residência Médica. “Apesar ter sido um ano bastante difícil para o País, nos aspectos políticos, sociais e econômicos, nós tivemos conquistas importantes para a Residência Médica. Conseguimos avançar com nossas pautas junto ao Governo Federal por meio da participação em audiências no Congresso Nacional e em alguns Ministérios, como o Ministério do Trabalho, onde solicitamos o pagamento do adicional de insalubridade aos médicos residentes, um pleito legítimo e que vem sendo protelado há anos. A participação ativa da ANMR durante o Encontro Nacional de Entidades Médicas (ENEM) também possibilitou à gestão 2018 denunciar a situação crítica da maioria dos programas de residências médicas do País e os reflexos maléficos gerados pela situação atual, como o alto índice de suicídios entre médicos residentes. Este trabalho possibilitou que tais demandas fossem apresentadas aos candidatos a presidência do Brasil, em carta aberta e em conjunto com as demais entidades médicas” diz o presidente da ANMR, Juracy Barbosa.

Regularização do pagamento das bolsas – uma pauta que chamou a atenção da entidade durante o ano de 2018 foi a grande quantidade de programas de residência médica que mantinham atraso recorrente no pagamento da bolsa. “ Iniciamos o ano com situação emergencial no Rio de Janeiro, onde lutamos ao lado da Amererj para regularizar pagamentos atrasados na UERJ. Em Brasília, no Hospital de Base, recebemos denúncias graves, que também envolviam pagamentos atrasados e problemas estruturais. Atuamos ativamente na processo de regularização das demandas, em conjunto com a Abramer.

Exame Nacional de Proficiência Médica – A ANMR teve ao lado da AMB e CFM na discussão na Câmara Federal para defender o Exame Nacional de Proficiência em Medicina, uma necessidade urgente após análises feitas sobre a formação médica no país. “Na Residência Médica nós temos um reflexo imediato deste processo. É cada dia mais notório dentro dos programas que a medicina básica não está sendo ensinada como deveria nas escolas médicas, o que acaba comprometendo o ensino especializado dentro das residências. Infelizmente a abertura desenfreada e sem critérios de escolas médicas no Brasil está colocando no mercado profissionais mal formados. Desta forma faz-se necessário uma avaliação justa, seriada, que garanta qualidade ao profissional médico recém formado e que também puna a instituição formadora que não apresentar bons indicadores de qualidade no processo de formação”, comentou o presidente Juracy Barbosa.

XIII Encontro da Entidades Médicas (ENEM) – A ANMR apresentou no encontro das entidades médicas um panorama geral da situação da Residência Médica no Brasil, denunciando o sucateamento das instituições, as péssimas condições de trabalho, a número insuficiente de vagas em programas de alta demanda, da falta de preceptores qualificados e remunerados para tal fim, além do valor vil pago aos médicos residentes através da bolsa residência.

Manifesto dos Médicos em Defesa da Saúde do Brasil – A ANMR foi signatária do documento com propostas exequíveis para melhorar a Saúde dos brasileiros. O documento foi entregue a cada um dos candidatos a presidente da República, entre outros cargos públicos e candidatos.

Carreira de Médico de Estado – No Manifesto do ENEM está a defesa da Carreira de Médico de Estado que o atual governo recém-empossado já incluiu no seu programa de governo. Para a ANMR a proposta é imprescindível para incentivar o início de carreira do médico. Mais do que uma proposta, isso é uma importante política profissional de incentivo aos que estão começando a carreira, além de ser um importante aceno institucional às cobranças da nossa categoria.

Reuniões em Brasília – A ANMR participou em Brasília das reuniões nos Ministérios da Saúde, Trabalho, Casa Civil com as demais entidades médicas para entregar o Manifesto dos Médicos em Defesa da Saúde do Brasil. Além de marcar importante presença, em cada oportunidade foram apresentadas demandas da ANMR. Foi reiterado junto ao Governo Federal a necessidade de revisão da bolsa da residência médica e solicitado a reestruturação dos serviços, em sua maioria sucateados, sem as mínimas condições de formação de especialistas.

Insalubridade – Ao Ministro do Trabalho Caio Vieira de Mello foi solicitada a necessidade de garantir aos médicos residentes o direito à insalubridade. “O ministro foi bastante receptivo à proposta da ANMR. Com o apoio da AMB, protocolamos no final do ano passado uma defesa jurídica para essa questão da insalubridade no Ministério do Trabalho”, explica Juracy Barbosa.

Redução de anuidade no Conselho Federal de Medicina (CFM) – A ANMR apresentou ao CFM proposta para a redução da anuidade para médicos em início de carreira, nos moldes do que é praticado na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), onde as seccionais concedem desconto regressivo para os profissionais recém-habilitados: nos primeiros anos o desconto é maior, diminuindo gradativamente até que o profissional passe ao pagamento de anuidade integral, no sexto ano de profissão.

Em defesa dos médicos residentes – Atuamos com bastante rigor junto ao governo, à CNRM e demais entidades, buscando aprimorar os programas de residência médica do Brasil e fiscalizando as constantes denúncias que chegaram à nossa instituição, desde a falta de estrutura até mesmo a falta de pagamento das bolsas, fatores que estão diretamente ligados à saúde do médico residente. Após atuação firme da entidade, vários programas entraram em supervisão. Os que estiveram marginais à Lei 6932 foram descredenciados e os residentes transferidos para outras instituições. Com o apoio do departamento jurídico da AMB a ANMR também está pronta para ingressar no STF com pedido de equiparação dos valores da bolsa do programa Mais Médicos com a bolsa da residência médica. “atuaremos em todas as frentes, politicas e jurídicas, para que o pagamento da residência médica seja justo” afirma Juracy.

Matrizes de Competência – Com assento na Comissão Nacional de Residência Médica, a ANMR contribui para que sua visão sobre o processo de formação fosse incorporada nas Matrizes de Competência de Residência Médica. As diretrizes contidas nestes documentos expressam o mínimo a ser exigido dos programas de residência médica para que possam prover bons profissionais ao mercado e sua publicação ajuda no processo de validação das residências médicas no Brasil. No final do ano junto com a Associação Médica Brasileira – AMB, a ANMR teve importante e intensa participação em Brasília junto com a Secretaria Executiva de Residência Médica para que tais matrizes e as novas resoluções fossem publicadas. “Elas estavam aprovadas em plenária e não estavam sendo publicadas, bem como as novas resoluções da CNRM, algumas já há mais de um ano paradas aguardando publicação, motivadas pelo desinteresse de agentes políticos que foram combatidos duramente dentro do MEC”.

RESIDÊNCIA MÉDICA, É PRECISO REPENSAR

Médicos de todo o Brasil vão participar do 52º Congresso Nacional de Médicos Residentes que vai acontecer em Florianópolis, na próxima semana nos dias 18 e 19 de janeiro, na sede da Associação Catarinense de Medicina .

Com o slogan: Residência Médica, é preciso repensar, o evento pretende debater os mais importantes temas sobre a Residência Médica. “Queremos debater tudo o que é importante com foco na qualidade das residências médicas do país, nas condições de trabalho e na saúde do médico residente. É preciso repensar, porque isso também é papel da ANMR. A lei da Residência Médica é bastante antiga, com quase 30 anos de existência, que não é condizente com os dias atuais. A sociedade mudou muito nesse tempo. Nós vivemos num mundo tecnológico, vivemos num mundo totalmente diferente do mundo da época em que a Residência Médica foi concebida”, explica o presidente da ANMR, Juracy Barbosa.

No primeiro dia do Congresso será apresentado um Panorama Geral da Residência e do Mercado de Trabalho, que terá a participação da Secretária Geral da Comissão Nacional da Residência Médica (CNMR), Rosana Melo Leite, do representante da Associação Mundial do Jovem Médico, Nívio Moreira Junior, do vice-presidente da AMB, Diogo Sampaio, do 2º Tesoureiro da AMB, José Luiz Bonamigo Filho, e do presidente da ANMR, Juracy Barbosa.

Logo após o Panorama Geral, haverá a posse da nova diretoria da ANMR para o exercício 2019, e logo depois está prevista uma homenagem e entrega do prêmio Dr. Adnam Neser.

No sábado de manhã (19/01), haverá palestras sobre Novas Tendência no Mercado de Trabalho e um debate sobre o tema no final. Depois do almoço, serão apresentadas palestras sobre o tema Aspectos Legais e Publicidade Médica, onde também está previsto um debate após as apresentações.

Veja a programação completa do evento:

PUBLICADAS MATRIZES DE COMPETÊNCIAS DOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA

Associação Nacional dos Médicos Residentes tem assento na Comissão Nacional de Residência Médica e isto contribui para que sua visão sobre o processo, como futuros especialistas, seja ouvida, já que o vivenciam no dia-a-dia da formação.

As matrizes aprovadas contaram com um amplo trabalho das sociedades de especialidade, representadas na Comissão Nacional de Residência Médica pela Associação Médica Brasileira, com José Luiz Bonamigo, 2º. Tesoureiro, e Diogo Leite Sampaio, vice-presidente da AMB.

Para Juracy Barbosa, presidente da ANMR, “as diretrizes contidas nestes documentos expressam o mínimo a ser exigido dos programas de residência médica para que possam prover bons profissionais ao mercado e sua publicação ajuda no processo de validação das residências médicas no Brasil”.

Veja a publicação: http://portal.mec.gov.br/component/content/article?id=71531

VOCÊ TEVE PROBLEMAS PARA SE INSCREVER NO EDITAL No. 18 DO MAIS MÉDICOS?

A AMB, com apoio da ANMR, está fazendo um levantamento para saber quantos médicos tentaram se inscrever no edital de novembro do Mais Médicos e não conseguiram acessar o site ou tiveram outras dificuldades na inscrição.

Precisamos entender o que ocorreu, classificar e quantificar os problemas para atuarmos assertivamente junto aos órgãos competentes no sentido de auxiliar na solução.

Por isso é fundamental termos a contribuição, mesmo de quem conseguiu se inscrever após obstáculos.

Solicitamos a todos os médicos que tentaram (tendo conseguido ou não) se inscrever no edital no. 18 do Mais Médicos que preencham o formulário e relatem o ocorrido.

https://pt.surveymonkey.com/r/InscricoesMaisMedicos

PRESIDENTE DA ANMR PARTICIPA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE EXAME DE PROFICIÊNCIA

Juracy Barbosa, Presidente da Associação Nacional dos Médicos Residentes, foi um dos convidados a participar da audiência Pública sobre o Projeto de Lei do Senado n° 165, Exame Nacional Obrigatório de Proficiência em Medicina, realizado hoje (20/11) pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte. Além de Juracy estiveram representando as entidades médicas José Luiz Dantas Mestrinho, Vice-Presidente da Região Centro da Associação Médica Brasileira, e Lúcio Flávio Gonzaga Silva, Coordenador da Comissão de Ensino Médico do Conselho Federal.

Conforme diretriz fechada durante o ENEM, todos defenderam a criação do exame, com base nas dificuldades do ensino médico pós abertura indiscriminada de Escolas Médicas, destacando o desempenho aquém do desejado de egressos dos cursos de Medicina nas provas do CREMESP. Os representantes trouxeram à luz os diversos vieses da situação, oferecendo este conhecimento à CECE para sua avaliação na votação que se seguirá.

Veja a apresentação de Juracy: http://anmr.org.br/wp-content/uploads/2018/11/ANMR.pdf

PRESIDENTE DA ANMR FALA SOBRE RESIDÊNCIA MÉDICA EM EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE GOIÁS

O I Simpósio da Associação Médica de Goiás ocorreu nos dias 11 a 13 de outubro, juntamente com 30º ECAM – Encontro Científico Dos Acadêmicos de Medicina, IX COGEM Congresso de Ética Médica , com uma ampla grade assuntos para discussão. Temas de cunho científico e sobre formação e espaço profissional foram vistos em debates e palestras.

Juracy Barbosa dos Santos (DF), presidente da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR), foi um dos palestrantes convidados e teve a oportunidade de falar sobre as principais dificuldades enfrentadas pelos médicos residentes e lutas da entidade. “Nossa luta é para que o residente não seja encarado como uma mão de obra barata” , afirma Juracy sobre um dos principais temas de ação da ANMR.

Leia a matéria completa no site da Associação Médica de Goiás: www.amg.org.br

Marcar no post do Facebook AMB: Juracy Barbosa, ANMR, Associação Médica de Goiás, Lincoln e Diogo.

I CONGRESSO MÉDICO ACADÊMICO DE BRASÍLIA (I COMAB)

O I Congresso Médico Acadêmico de Brasília (I COMAB) é um evento regional idealizado pela Associação dos Estudantes de Medicina do Distrito Federal (AEMED-DF) e organizado por estudantes das cinco faculdades de Medicina do Distrito Federal. Teremos conferências com professores renomados de diversas áreas!
O eventro traz também palestras com temas de grande relevância em nosso contexto atual como: gestão de carreira, empreendedorismo médico, contexto político da medicina brasileira, ensino médico, desafios do médico jovem e muito mais!

Data: 27, 28 e 29 de setembro
Local: UniCEUB – Campus da Asa Norte: SEPN 707/907

⚠ Acesse: comabdf.com.br

ANMR NO MEC

Reunião na tarde desta quarta-feira, 19/09, na sede do Ministério da Educação (MEC), para tratar de assuntos relativos à Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) e entregar documento produzido e assinado na última reunião do Conselho Deliberativo sobre as possíveis soluções para as demandas das Sociedades de Especialidade e Federadas da AMB, no que tange às matrizes de competências dos programas de Residência Médica.

Além do Secretário Executivo do MEC, Henrique Sartori (ao centro da mesa) e do Ministro da Educação, Rossieli Soares, participaram da reunião, Diogo Leite Sampaio, vice-presidente da Associação Médica Brasileira (AMB) e o presidente da entidade Lincoln Ferreira (da esquerda para a direita). Representando o Conselho federal de Medicina (CFM), estava o Secretário-geral, Henrique Batista e Silva, e Francisco de Assis Romeiro e Pauline Josende diretores da Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR).